Reflexom comunista sobre acordos de Chapultepec

20150924-foto-farc-peace-delegation

Carlos Morais

O 25 aniversário dos acordos de paz rubricados em Chapultepec [México] entre o governo do Salvador e a Frente Farabundo Martí de Libertaçom Nacional [FMLN], que finalizárom com a guerra revolucionária no país centroamericano, devem ser aproveitados para realizar umha leitura comunista.

Hoje as causas que provocárom o levantamento armado nom só persistem. Todos os índices indicam que se tem agudizado a pobreza, a miséria e a exclusom social. A dependência e carência de soberania nacional do Salvador também se tem agravado.

Hoje o número de vítimas da violência provocada polas “maras” e os grupos de narcotraficantes é mui superior às causadas pola luita entre o exército popular e o exército oligárquico.

Eis o triste panorama do Salvador governado polo ex-guerrilheiro Salvador Sánchez Cerén e um FMLN socialdemocratizado, um quartel de século após uns lamentáveis acordos.

@s camaradas da Colômbia que conhecem muito melhor que nós todo isto deveriam apreender do resultado real das capitulaçons disfarçadas como “acordo de paz”, que só beneficiam o imperialismo e a burguesia local.

Galiza, 16 de janeiro de 2017

Anúncios

Um pensamento sobre “Reflexom comunista sobre acordos de Chapultepec

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s