Eleitoralismo e marxismo-leninismo

democracia

Carlos Morais

O relato hegemónico das diversas expressons da esquerda institucional – tanto a reformista como a promovida polos partidos revisionistas -, está condicionado polo respeito supersticioso à legalidade imperante. Continuar a ler

Anúncios

A nova intervenção militar no Rio de Janeiro: reforço da repressão burguesa no Brasil

Cem Flores

B0
Foto de capa da Folha de São Paulo (21/02/2018)

Hoje em dia, qualquer situação de incursão é esculacho em cima do morador. Entram na casa, batem, obrigam a fazer as coisas. Entram sem licença, sem documentação, e revistam, acham que têm direito de fazer tudo. Trocam tiro com bandido com a gente na rua ou não. Não tem hora certa pra poder entrar ou fazer incursão, de causar vários tipos de problema.

(Relato de Morador da Maré no livro A ocupação da Maré pelo Exército Brasileiro – percepção de moradores sobre a ocupação das Forças Armadas na Maré, 2017)1. Continuar a ler

A Continuidade da Crise do Imperialismo

crise do imperialismo

Cem Flores

  1. Conjuntura Atual – Teses para Discussão

    1ª Parte – Economia Mundial
    Recuperação em 2017 e Aceleração em 2018?

Desde meados do ano passado, governos, políticos, organismos internacionais, analistas de mercado, grande imprensa, banqueiros e demais burgueses vêm declarando em uníssono: a crise acabou! 2017 teria consolidado o crescimento no mundo e encerrado a recessão no Brasil. 2018 será um ano melhor, nos diz o coro do capital. Vejamos a abertura do primeiro parágrafo do primeiro capítulo do relatório do FMI sobre a economia mundial de outubro do ano passado: Continuar a ler

A atual reforma trabalhista e a luta de classes no Brasil

IMAG2

Cem Flores

A atual reforma trabalhista brasileira, aprovada e sancionada em 2017, é uma resposta explícita à conjuntura de crise por parte das diversas frações da burguesia1. Em seu discurso ideológico, a reforma visa, sobretudo, a retomada da economia, do emprego e da renda, ao elevar condições de produtividade e competitividade do país. Traduzindo para a classe operária: visa melhorar/retomar as condições para acumulação dos capitais resididos aqui via aumento da exploração e da dominação de classe. Em vez de uma mera resposta técnica, uma “atualização/modernização” da legislação trabalhista, como dizem os ideólogos de plantão, trata-se de um efeito claro da luta de classes. Continuar a ler

O neoliberalismo só desaparecerá com o fim do capitalismo

capitalismo-imagen-720x455

Tom Thomas

Introdução ao livro de Tom Thomas, A hegemonia do capital financeiro e a sua crítica, Edições Dinossauro, Lisboa, 2000

A mundialização e a financiarização da economia são as duas tetas onde vão beber as diatribes antiliberais de numerosos universitários, ansiosos por demonstrar o “espírito crítico” que compete ao seu estatuto de intelectuais e, ao mesmo tempo, aconselhar os governantes sobre a forma de tornar o sistema capitalista “sustentável”, para usar um termo em moda. Continuar a ler

Trabalho abstracto e luta de classes

Capítulo 5 – EM RESUMO: TRABALHO ABSTRACTO E LUTA DE CLASSE
do livro do Tom Thomas Le capital automate, ed. Jubarte, 2017.

printing-money

Tradução de Ana Barradas

TRABALHO ABSTRACTO E LUTA DE CLASSE

1) Somente a compreensão do trabalho abstrato como substância do valor das mercadorias (M) permite compreender por que estas, e com elas o trabalho concreto e os valores de uso que elas representam, não podem socializar-se apenas como valores de troca, uma maneira que assume concretamente a forma de dinheiro (D). Continuar a ler

Ainda 1640

1640b)

Ana Barradas

Andam por aí uns historiadores, “iluminados” pela historiografia castelhana mais retrógrada, a fazer renascer o mito de que Portugal deve em parte à Catalunha a sua independência. Sem nenhum espírito crítico, gente da esquerda pôs-se a repetir esta fatwa originada no período franquista em Espanha, e continua a repeti-la, sem se dar ao trabalho de estudar o assunto e consultar autores mais idóneos. Foram os bonzos fascistas que popularizaram esta versão histórica, mais consentânea com o seu ideário imperial do que seria reconhecerem eles, como é devido, o valor dos nacionalistas portugueses daquela época e a rotunda derrota de Espanha em Portugal. Continuar a ler